Venturas e Desventuras do Engenhoso Cavalleiro do Lago

Álbum, 2007

Lançamento: 13 de setembro de 2007

Tags relacionadas:                     

Faixas:

1. Salve o cavaleiro
2. Vegetais
3. Tou saindo
4. Alguma coisa nova
5. Entre a máquina e a massa
6. Blues de Pai Joaquim
7. Dos Freitas
8. O arraiá dos templários
9. Sagração
10. Ilha dos amores
11. Se um dia você me deixasse
12. Doze
13. São Jorge matou o dragão
14. O monstro de mil faces
15. A entidade
16. Somente minha mente
17. Eu tenho tanto
18. Sangreal

Gravado entre outubro de 2006 e agosto de 2007, exceto “Entre a máquina e a massa”, agosto de 2005, e “Doze”, entre junho de 2005 e novembro de 2006.

Todas as letras e músicas por Leo DuLac, exceto:
“Blues de pai Joaquim”, Leo DuLac com trechos de domínio público;
“Dos Freitas”, Leo DuLac com letra de Dom João Ribeiro Gaio;
“Sagração”, Leo DuLac com letra de domínio público;
“Ilha dos amores”, Leo DuLac com letra de Luís de Camões (trecho d’Os Lusíadas) e Machado de Assis (trecho de Dom Casmurro e de carta à sua esposa Carolina Novais);
“Doze”, Leo DuLac, parte da letra com trecho de Nuctemeron de Apolônio de Tiana;
“São Jorge matou o dragão”: Leo DuLac com trechos de domínio público;
“Sangreal”, Leo DuLac, parte da letra com trecho de The New Sangreal de Rose Terry Cooke, traduzido e adaptado por Leo DuLac

Relacionados

Escanear o código