Asilo Harkam para Músicos Insanos

Álbum, 2006

   

Lançamento: dezembro de 2006

Artista: Leo DuLac em parceria com Le Cavalleiro

Tags relacionadas:             

Faixas:

1. Sejam bem-vindos ao asilo
2. Terezinha canta um blues
3. Anunziô Zumbi
4. Teoria da loucura
5. Ode à loucura
6. A vida como ela é / Sete horas e tudo bem
7. Tudo vai muito bem (No planeta Terra)
8. Apenas um dia ruim
9. A corja
10. Got to get you baby
11. Lado B
12. Quatro buldogues vigiando o portão
13. Dozedê Didi
14. Por que eu devo?
15. Lamento de vampiro
16. Que piada de mau gosto!
17. I got a blues feeling about this
18. Vovó já vai
19. Para-noia-para
20. Tinha dois caras no hospício

Gravado entre 2001 e 2006

Leo DuLac: vocal, programações, vocais de apoio
Le Cavalleiro: guitarra, violão, programações, vocais de apoio

Todas as composições por Leo DuLac e Le Cavalleiro, exceto:
“A vida como ela é / Sete horas e tudo bem”, “Got to get you baby” e as vinhetas “Sejam bem-vindos ao asilo”, “Teoria da loucura”, “Apenas um dia ruim”, “Lado B” e “Que piada de mau gosto!”: Leo DuLac;
“Por que eu devo?”, Le Cavalleiro;
“Lamento de vampiro”, Leo DuLac e Le Cavalleiro, letra de Vlad Dracula;
“Terezinha canta um blues”, Leo DuLac e Le Cavalleiro com trechos de domínio público;
“Vovó já vai”, Leo DuLac com trechos de domínio público;

“Apenas um dia ruim”, “Que piada de mau gosto!” e “Tinha dois caras no hospício” foram inspiradas em textos de Alan Moore.

Relacionados

Escanear o código